Quem faz parte

A criação do Nossa Grama Verde surgiu de um sonho coletivo: pessoas que integram várias iniciativas de BH acreditaram e lançaram a ideia no mundo. De lá pra cá, quase tudo é feito a muitas mãos. Conheça quem atua de pertinho no dia a dia atualmente.
 

 
 
bubu.jpg

BRUNA PARDINI

Produtora de eventos há mais de dez anos, com passagem por moda, entretenimento, eventos corporativos e culturais. Já pude contribuir com um festival para 30 mil pessoas e botar em pé uma instalação de 17,5mm. Minha grande habilidade é encontrar soluções para problemas soluções de forma ágil pra problemas pequenos e não-tão-pequenos.O que me move é a sensação de poder contribuir com o sonhos das pessoas.

Guilherme_Felipe.jpg

BRUNA VIANA

Gosto de olhar para a vida com abundância e valorizar o que está aqui agora. A vontade de incentivar quem mora em Belo Horizonte a ter curiosidade para conhecer e aproveitar o que existe aqui me levou a co-criar o movimento Nossa Grama Verde. 

Também co-criei a HÚMUS: adubo para pessoas na intenção de realizar ações que instigam as pessoas se conectarem mais verdadeiramente consigo mesmas, com as outras e com o mundo. Trabalhando com metodologias de facilitação, diálogo e conexão, me coloco como instrumento para a mudança individual e coletiva.

 
 
bela.jpg

ISABELA VIANA

Descobri a cidade no Carnaval e desde então não parei de colocar o corpo na rua. Foi daí que surgiu o desejo de conhecer cada canto e me apaixonei pelas histórias das pessoas que conheci nos caminhos. Me formei em Serviço Social e o trânsito entre diversas realidades me deu ainda mais vontade de participar da Nossa Grama Verde, valorizando o que já temos, melhorando o que for possível, criando colaborativamente. Já disse Lenine e levo comigo "O que eu sou, eu sou em par. Não cheguei sozinho". 

marina.jpg

MARINA GALVÃO

Empreendedora e fotógrafa. Depois que me formei em Direito, caminhei pelo ensino acadêmico científico, mas redirecionei minha trajetória para experiências livres de aprendizagem quando descobri minha paixão pelo empreendedorismo e pelas conexões interpessoais. Co-fundadora da Déjàvu: Galeria de Fotografia, que reúne obras de diversos fotógrafos e que nasceu da intenção de promover um espaço para expor esses olhares para o mundo. Embaixadora do FuckUp Nights BH, um evento internacional no qual o compartilhamento de histórias de empreendimentos fracassados possibilita, através da vulnerabilidade, conexões entre pessoas. Co-gestora do Nossa Grama Verde, facilitadora da primeira edição do Dojo - a nova escola da Perestroika e do HUB U.lab 2016 sobre Teoria U.

Photo 24-10-17 08 05 48.jpg

PABLO CALDEIRA

Redescobri a minha cidade após uma temporada no exterior. Olhar de fora, me fez também olhar para dentro e perceber a minha vontade de valorizar e cuidar da minha própria grama. Trabalhar em uma iniciativa local me fez descobrir também o poder das conexões e a força de transformação que comunidades têm. Hoje, através do Nossa Grama Verde, busco abraçar vontades e projetos que façam a diferença na cidade e que ao mesmo tempo me levem a ver além. Trabalho como fotógrafo e sou especialista em corres e em fazer na tora.